Saiba onde abastecer mais barato

olhonabomba

(Foto: internet

Com o aplicativo, o usuário poderá se localizar em um mapa GPS e identificar os postos de combustíveis que estão ao seu redor e seus respectivos preços. Poderá, ainda, traçar rotas para qualquer destino do Estado de Goiás e receber informações sobre os postos existentes no caminho, com destaque aos preços mais baixos e mais altos.

Outras funcionalidades, como escolha de postos favoritos e visualização de preços em forma de lista por cidades, também constarão da ferramenta.
Poderá, ainda, traçar rotas para qualquer destino do Estado de Goiás e receber informações sobre os postos existentes no caminho, com destaque aos preços mais baixos e mais altos.

Outras funcionalidades, como escolha de postos favoritos e visualização de preços em forma de lista por cidades, também constarão da ferramenta.

Caso o usuário constate divergência entre o preço apresentado no aplicativo e aquele efetivamente cobrado, poderá também realizar denúncia pelo Olho na Bomba, que estará habilitado a ler o QRcode da nota fiscal para compará-la com o preço informado pelo estabelecimento ao MP-GO.

Conforme adianta o coordenador do CAO Consumidor, Rômulo Corrêa, o aplicativo difere-se de outros existentes no mercado pela abrangência e confiabilidade das informações. “O aplicativo funcionará em todo o Estado de Goiás, mesmo naquelas cidades mais distantes, e alcançará os postos existentes em rodovias. Além disso, diferentemente dos demais apps, os preços apresentados pelo Olho na Bomba serão fornecidos pelos próprios estabelecimentos revendedores de combustíveis, que são obrigados a realizar esta comunicação em razão da Lei Estadual n° 19.888/17. O consumidor será o fiscal desta legislação e poderá, pelo próprio dispositivo móvel, comunicar divergências de preços”,
salienta o promotor.

“O aplicativo funcionará em todo o Estado de Goiás, mesmo naquelas cidades mais distantes, e alcançará os postos existentes em rodovias. Além disso, diferentemente dos demais apps, os preços apresentados pelo Olho na Bomba serão fornecidos pelos próprios estabelecimentos revendedores de combustíveis, que são obrigados a realizar esta comunicação em razão da Lei Estadual n° 19.888/17. O consumidor será o fiscal desta legislação e poderá, pelo próprio dispositivo móvel, comunicar divergências de preços”,
salienta o promotor.

Olho na Bomba

A plataforma do sistema Olho na Bomba foi criada pelo Ministério Público e UFG e tem duplo objetivo: concretizar o direito de informação do consumidor, gerando um mercado com preços mais justos, e fornecer, aos órgãos de fiscalização, uma ferramenta de combate a práticas abusivas e condutas anticoncorrenciais.

Os. Por enquanto só em Goiânia.