Café especial – oportunidade de saber mais – hoje no RJ

Nenhum texto alternativo automático disponível.

Nesta sexta-feira, 16/11, o município de Porciúncula vai sediar a 1ª Mostra dos Cafés Especiais do Alto Noroeste. Um evento que vai reunir os cafeicultores e mostrar toda a variedade e a alta qualidade dos cafés produzidos na região.

A mostra acontecerá na Praça Antônio Amado, das 19h às 23h, com apresentações musicais, exposição de artesanato, entre outras atrações.

Doze cafeicultores confirmaram a participação no cupping – degustação de café – que acontecerá no evento. Os cafés serão oferecidos ao público em garrafas sem identificação, para que as pessoas possam atribuir notas e escolher o seu favorito, sem saber previamente qual marca está provando. Os preferidos serão anunciados ao final do evento.

Além da degustação, a mostra terá barracas da agricultura familiar para venda dos cafés produzidos, além de outros alimentos feitos com este saboroso ingrediente, como bolos e doces.

O evento é organizado pela Prefeitura de Porciúncula, Sebrae Rio, Emater Rio e Coopercanol, com o objetivo de dar visibilidade ao bom momento da produção de cafés do Noroeste Fluminense, concentrada nos municípios de Porciúncula, Varre-Sai, Bom Jesus do Itabapoana.

A região é a maior produtora de café do Estado do Rio, responsável por mais de 70% da produção estadual, com predominância da agricultura familiar.

O projeto de Fortalecimento da Cadeia Produtiva do Café no Noroeste, desenvolvido pelo Sebrae Rio em parceria com o Governo do Estado do Rio de Janeiro, a Coopercanol, prefeituras e outras instituições, visa ao aumento da qualidade dos grãos para inserir nossos cafeicultores no mercado de cafés especiais. E os resultados estão muito positivos.

Seis cafeicultores do Noroeste ficaram entre os 10 finalistas do Concurso Estadual de Cafés Especiais, promovido pelo Sebrae Rio, realizado em outubro. Os cafés Vargas e Rodolphi conquistaram o 2º e o 3º lugar, respectivamente, na classificação final.

 

Fonte e foto: Revista Cafeicultura

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.